21/05/20 às 13h42 - Atualizado em 8/06/20 às 12h18

Notícias

COMPARTILHAR

Os prazos voltam a ser contados no primeiro dia útil após o fim do estado de calamidade pública

O Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, sancionou a Lei Complementar Nº 967, de 27 de abril de 2020, que estabelece, enquanto perdurar o estado de calamidade pública no DF, a suspensão dos prazos dos processos administrativos instaurados para apuração de responsabilização de servidores e empregados públicos do DF e pessoas físicas e jurídicas que cometam infrações administrativas às normas de licitações e contratos.

A Lei Complementar, de autoria do Poder Executivo e aprovada pela Câmara Legislativa do DF, determina que os prazos processuais voltem a ser contados no primeiro dia útil subsequente ao fim do estado de calamidade pública decretado no Distrito Federal.

A aplicação das sanções está prevista na Lei Complementar Nº 840 de 2011, em outras normas aplicáveis a servidores e empregados públicos, na Lei Federal Nº 8.666/1993 e na Lei Federal Nº 12.846/2013.

LEI COMPLEMENTAR Nº 967, DE 27 DE ABRIL DE 2020.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Portal de Correição do Distrito Federal

CGDF

Anexo do Palácio do Buriti, 12º andar, sala 1200. - CEP: 70075-900